Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

a vidinha como ela é

(e uma mãe que mete a mão em tudo) por Claudia Borralho

a vidinha como ela é

(e uma mãe que mete a mão em tudo) por Claudia Borralho

será possível arrotar tanto?*

22.06.07 | Claudia Borralho
*pois tá claro que é possível... sais à tua mãezinha!

Sinto que descobri a pólvora. Não, o puto continua a berrar. Mas agora berra menos!
E não tem nenhuma aversão ao sling como eu já estava a pensar.

Ele tem é muito arrotão para sair. É que depois de o ouvir dar uns dois ou três arrotos bem dados eu achava que o berreiro já não podia ser arroto. Pois, mas era!
A seguir às duas últimas mamadas fui pô-lo na espreguiçadeira enquanto ainda estava bem disposto e cada vez que o ouvia a rabujar, lá vinha ele pró ombro e era com cada arroto!
Quando finalmente chega um berreirinho que já não acalmava ao ombro, aí sim, veio para o sling e acalmou instantaneamente! Até estou espantada. Afinal era tão simples.

Eu devia era ter perguntado à minha mãe quantas vezes eu arrotava. É que isto dos arrotos é muito bonito, mas andava sempre a perguntar-me: como é que eu sei se ele arrota o suficiente?

6 comentários

Comentar post