Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

a vidinha como ela é

(e uma mãe que mete a mão em tudo) por Claudia Borralho

a vidinha como ela é

(e uma mãe que mete a mão em tudo) por Claudia Borralho

Eco às 30

14.02.07 | Claudia Borralho
O miúdo está bom e recomenda-se. Continua de cabeça para baixo, aliás as palavras do médico foram: está muito cá em baixo. E eu penso: caramba, queres ver que o miúdo já se está a preparar para sair?
Deixou de se esconder da sonda para a atacar, não parou de dar pontapés onde quer que a sonda parava.
Antes da eco fizemos apostas para ver quem acertava no peso, eu dizia 1300g, o pai dizia 1500g e a avó paterna atirou com uns 1700g. O Gabriel já demonstra a sua faceta diplomata e dividiu-se entre o pai e a mãe. Pesa agora uma estimativa de 1400g e está no percentil 50.
E depois quase ao fim vem o susto. O médico pergunta-me se fumava antes de engravidar. A placenta apresenta algumas calcificações. Disse-nos que não era motivo de preocupação porque o bebé está a crescer bem. Óbvio que a primeira coisa que fiz quando cheguei a casa foi descobrir que história era esta de calcificações.

Pelo que li aparenta ser algo normal, particularmente num grau baixo e apartir do sétimo mês. Mas por outro lado é um sinal de que a placenta está a envelhecer. Eu não quero que me venham a induzir o parto por a placenta estar velha :( Enfim, veremos o que diz a médica na sexta feira.

Calcification within the placenta is quite a common finding - many people consider it to be a normal part of the maturation and aging of this organ in response to the increasing stresses placed upon it by the rapidly growing baby. The pattern of calcification (precipitation of calcium hydroxyapatite) is similar to that seen in other aging tissues, and is probably a response to cell death and diminished blood circulation in localised regions of the placenta.

Calcification is a sign of placental aging. In fact the amount of calcification, seen as white specks on the ultrasound, can tip off a doctor as to how near term a pregnancy is. But it can also be a sign of premature aging, which will decrease the amount of nutrition and oxygen going to the baby. The more calcification, the less placenta is normal tissue for supplying the baby. Don't panic, though.
The placenta has a lot of slack. There can be considerable calcification before there's really any compromise to the baby. Certainly a placenta that's very calcified (Grade 3) during the 2nd trimester, instead of the 3rd trimester, will be a concern. But for the most part, the grading of the placenta (Grades 1, 2, and 3) is a fuzzy parameter at best. It can be useful, though, in warning of the bad effects of smoking and hypertension on a placenta, and with it, on a pregnancy.

3 comentários

Comentar post