Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

a vidinha como ela é

(e uma mãe que mete a mão em tudo) por Claudia Borralho

a vidinha como ela é

(e uma mãe que mete a mão em tudo) por Claudia Borralho

recordações

19.10.05 | Claudia Borralho
Eu tive ama até aos 2 anos e depois fui para o infantario, era particular por isso suponho que fosse ligeiramente mais especial que uma escola oficial (e estive no mesmo colégio até ao final do 9ºano). Lembro-me que fazia muitos desenhos, daqueles com os dedos :), aprendia inglês e tinha natação. Lembro-me de que a primeira palavra em inglês que aprendi foi butterfly e cheguei a casa toda a contente a dizer à minha mãe que já sabia falar inglês. Penso que é/era um colégio onde se os meninos queriam aprender eram ensinados (tanto que eu e outras colegas acabamos por não fazer a primeira classe por já estarmos mais avançadas). Traumas foi só da comida, fazia questão de entornar a sopa toda por cima da bata. Matava dois coelhos de uma só vez, a sopa e a bata verde que detestava. Também não gostava da sesta, por isso as educadoras costumavam levar-me com elas ao café enquanto os outros meninos dormiam :)

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.