Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vidinha como ela é

(e uma mãe que mete a mão em tudo) por Claudia Borralho

a vidinha como ela é

(e uma mãe que mete a mão em tudo) por Claudia Borralho

aos 6 meses e meio

02.09.10 | Claudia Borralho

Começou a creche ontem. Educadora e auxiliares encantadas com ela, super simpática, come bem, está bem e sempre bem disposta o dia todo, não pára um segundo.

Já se senta sozinha e qualquer dia já posso dizer oficialmente que gatinha. Para já mexe para todo lado, põe-se de gatas e de joelhos, dá saltinhos para a frente tipo sapo e entre rebolar e ir gatinhando chega a todo lado.

Cada vez gosta menos de biberão, já lancha iogurte e estou a ponderar iogurte também de manhã, veremos como bebe o leite amanhã.

 

da minha vesícula

02.09.10 | Claudia Borralho

Lá tive a minha consulta com o cirurgião e nem houve discussão, partiu-se logo do princípio que era para retirar.

Aliás considerando a minha eco com litíase múltipla infracentimétrica (ou seja, muitas pedrinhas minúsculas) o caminho seria sempre retirar a vesícula mesmo que não tivesse qualquer sintoma. Parece que estas sacaninhas minúsculas são as mais perigosas de todas.

Marquei então consulta de anestesiologia e já tenho também data para a cirurgia.

Entretanto, e como não pode haver mês sem passeio ao atendimento permanente, lá tive mais uma cólica. O cirurgião deu-me a mesma resposta que a médica sobre o que fazer/tomar caso tivesse outra cólica, basicamente limitam-se a dizer: vai ao hospital. O cirurgião acrescentou apenas que a posição que poderá aliviar mais a dor é sentada e dobrada para a frente. Aliviar, até alivia, mas muito ligeiramente. Aquilo que já testei e realmente ajuda é andar dum lado para o outro.

No hospital consideraram o meu caso pouco urgente (então para quê ir para o hospital????? já ia preparada para cirurgia de urgência) e esperei tanto que até a cólica passou entretanto. Estive para desistir e voltar para casa. Como parecia estar quase na minha vez acabei por ficar.

Mas claro que idas minhas ao hospital nunca podem ser simples, tinha de haver um pouco de suspense e dramatismo. Na apalpação nada de dor na zona do fígado e vesícula, mas havia dor na zona do apêndice. Era só o que faltava não é? Fui então fazer análises e estava tudo bem, a única coisa fora da norma eram as enzimas do fígado devido à cólica biliar.

Pág. 7/7