Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vidinha como ela é

(e uma mãe que mete a mão em tudo) por Claudia Borralho

a vidinha como ela é

(e uma mãe que mete a mão em tudo) por Claudia Borralho

procuro doula

02.09.09 | Claudia Borralho

Fiz uma shorlist de candidatas e agora vamos ver se consigo encontrar doula.

 

 

COMO CONTRATAR A SUA DOULA?

A primeira recomendação na escolha de uma doula é que a mulher/casal se encontre com algumas doulas para poder escolher aquela com quem se sente mais à vontade. A mulher deve sentir que a sua doula compreende as suas esperanças e expectativas quanto ao parto e cuidados parentais.

Ao conversar com uma doula é importante considerar as seguintes questões:
- A doula é simpática, carinhosa e entusiasta?
- Tem conhecimentos na área da gravidez, parto e pós-parto?
- Comunica bem? Sabe ouvir?
- Sente-se confortável com as escolhas e decisões da mãe/casal?
- A mãe (casal) sente-se bem na presença da doula?

A empatia gerada com a doula é mais importante que a sua experiência. A mãe deve sentir-se confortável e segura com a doula que escolher, para que se possa estabelecer entre ambas uma relação de confiança.
É conveniente fazer perguntas e esclarecer dúvidas para que a mulher/casal possa conhecer um pouco a doula. Alguns exemplos de questões a colocar são:
- Que formação tem?
- Que apoio dá durante a gravidez?
- Qual a sua filosofia pessoal quanto ao parto e ao apoio à mãe e parceiro?
- Como e onde se dá o apoio físico no parto?
- Trabalha com doula de back-up? Podemos conhecê-la?
- Qual a sua filosofia pessoal de cuidados parentais e de apoio à família no pós-parto?
- Que apoio dá à amamentação?
- Que serviços adicionais presta?
- Quais os seus honorários e o que incluem?

 

Daqui

Pág. 5/5