Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vidinha como ela é

(e uma mãe que mete a mão em tudo) por Claudia Borralho

a vidinha como ela é

(e uma mãe que mete a mão em tudo) por Claudia Borralho

babetes

17.01.08 | Claudia Borralho


REFª BIB Vermelho e Verde €5,90 (já inclui portes de envio*) - Vendido!

REFª BIB Verde com Riscas €5,90 (já inclui portes de envio*) - Vendido!

REFª BIB Verde com Popotamos €5,90 (já inclui portes de envio*) - Vendido!

REFª BIB Amarelo e Vermelho €5,90 (já inclui portes de envio*) - Vendido!


*opção registado + €1,35
*desconto para entrega em mão - €1,00

uma canja diferente

08.01.08 | Claudia Borralho
(este blog está a tornar-se altamente culinário)

Está tudo doentito lá em casa e o marido diz-me que está farto de frango no forno (farto de frango com limão, farto de frango com sweet chili, farto de frango com sopa de cebola, farto de frango no forno ponto).
Como tinha tirado umas pernocas de frango resolvi fazer uma canja e depois qualquer coisa com o resto do frango esfiado (foi frango à brás by the way).
Entretanto lembrei-me da conversa de fim de ano com a minha Pomboquinha da canja sem sal que ela viu no programa do Jamie Oliver e que levava alho francês e assim.
Estava decidido, ia sair dali uma canja diferente.

Cozi as pernas cerca de 40 minutos (o ideal é cozer uma hora, mas já não me apetecia esperar mais) esfiei aquilo tudo e separei algum frango só para a canja. (sem sal nem nada, sem cebola, sem salsa, nadica, só mesmo água e frango*).
Uma vez o frango esfiado a panela voltou ao lume e juntei-lhe uma cenoura ralada, qb de alho francês e qb de massinhas cuscus. Acabei por lhe juntar uma pitada de sal (mas acho que nem precisava) e polvilhei generosamente com alho em pó.
Cozeu mais uns 8 minutos, mais coisa menos coisa.



Estava deliciosa.

O marido acho que nem teve coragem de provar que ele ouviu cenoura na canja e nem quis saber de mais nada. A verdade é que a canja está tão boa que eu fiquei felicissima de ver que ele nem lhe tinha tocado :) é que assim eu hoje posso comer mais!

Para receitas de canja mais tradicionais é dar um salto à cozinha da Elvira.


*colocar apenas a água necessária para cobrir o frango, água a mais embora possa dar a ilusão de mais canja e mais rendimento, resulta numa canja sem gostinho nenhum!

Últimas do pestinha

07.01.08 | Claudia Borralho
Já gatinha muito bem, mas ainda se arrasta quando lhe convém :) é assim do tipo, bom já que estou deitado arrasto-me não vou perder tempo a pôr-me de gatas!
Também já se consegue sentar sozinho :) no outro dia até o fomos encontrar sentado na cama.
E no sábado pôs-se de pé pela primeira vez. A gata lá deitada foi a motivação ideal para se ir esticando, esticando. Primeiro de joelhos e depois de pé! E quando conseguiu a gata fugiu-lhe e ele caiu de rabo redondo no chão :)
Mudamos finalmente a posição do estrado da cama dele mais para baixo. UFA! que já andava sempre a espreitá-lo para ver se não se andava a pendurar para o lado de fora! (na cama nunca fez nada disto, mas no troca fraldas os quase mergulhos são recorrentes.
Anda muito constipado, cheio de tosse, expectoração e farfalheira. E agora deu-lhe para não comer o almoço e lanchar pouca coisa. Cerra-me aquela boquinha com cola e é um desespero que só visto. Ainda não percebemos se andará com falta de apetite por causa da constipação ou se deu em vegetariano e recusa-se a comer a sopa com carne.
O jantar come tudo, será por a sopa já não ter carne ou já tem tanta fome que marcha tudo? Mas não consigo perceber porque não lancha a papa toda, afinal é a sua refeição favorita.
À noite agora deu-lhe para querer um biberão para dormir... Estará a compensar a falta de comida durante o dia ou habituou-se ao miminho? Ainda por cima troca-nos as voltas todas. Ora acorda às 23h ou às 3h para o biberão ou quando planeamos dar-lho às 22h para que não acorde a horas estranhas resolte rebentar em gritaria às 20h30...
E para terminar, ontem a avó P descobriu que o puto gosta de turrinhas lol. Turrinha Gabriel, turrinha e ele dá!