Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vidinha como ela é

(e uma mãe que mete a mão em tudo) por Claudia Borralho

a vidinha como ela é

(e uma mãe que mete a mão em tudo) por Claudia Borralho

conselhos para amamentação

05.03.07 | Claudia Borralho
Os que a pediatra frisou:

- deixar o bebé mamar em regime livre, incluindo de noite (o tempo que ele quiser, sempre que ele quiser)
- amamentar de noite é muito importante para a produção de leite
- deixar esvaziar a mama até ao fim, o ideal é os bebés mamarem sempre uma mama inteira ou uma mama e meia, na mamada seguinte começar pela que não mamou ou que mamou em segundo lugar
- se houver algum problema com a mama, dar o leite ao bebé com um copo ou uma colher
- nada de chupetas e tetinas
- garantir uma boa pega, há bebés que já vêm ensinados, outros nem por isso - estimular o reflexo de busca e preensão para que o bebé abra bem a boca, uma forma de fazer isso é tocar nos pontos cardeais ao redor da boca do bebé

da pediatra

05.03.07 | Claudia Borralho
Uma das razões que me levou a escolhê-la foi ser uma defensora da amamentação.
A primeira coisa que fez foi dar-nos um manual de amamentação enquanto esperavamos. E depois na entrevista, antes mesmo das nossas perguntas, disse-nos ela como amamentar e ainda acrescentou alguns truques.
Nós entrevistá-mo-la para ver se era tudo o que nos levava a escolhê-la, e ela entrevistou-nos para ver se eramos pais que iam amamentar :)
Esclareceu-nos as nossas dúvidas, passou-nos uma prescrição para uma análise feita ao sangue do cordão* e deu-nos o contacto de uma empresa que aluga bombas tira-leite, balanças, aerossois e essas coisas assim que era coisa que eu achava que só existia lá fora.
A primeira consulta será alguns dias depois de sairmos da maternidade, aí na primeira semana de vida do Gabriel.


* Ela sugeriu a análise por eu ter algumas alergias. É para verificar a propensão para o bebé vir a ser alérgico, mas ainda não decidimos se queremos fazer a análise.

Total serum IgE levels were determined in 136 newborns and their mothers and in 54 of their fathers, using the paper radioimmunosorbent test (PRIST) technique. IgE specific antibodies for house dust (Dermatophagoides pteronyssinus), orchard grass, timothy grass, and cow's milk were measured with the radioallergosorbent test (RAST). One hundred thirty-three RAST assays were negative in newborns, and in three cases RAST for cow's milk was positive. Cord blood IgE ranged from 0 to 5.5 IU/ml (mean 0.32 +/- 0.54 IU/ml); levels were significantly (p less than 0.05) higher when maternal IgE was over 100 IU/ml and when mothers had received progesterone therapy during the pregnancy. Salbutamol administration or tobacco smoking during pregnancy did not influence newborn IgE. A clinical follow-up study was conducted in 83 infants for 9 mo. Nine infants developed definite atopic disease, and possible allergic diseases were noted in eight other infants. The IgE level at birth appeared to be more predictive for the development of allergy in infancy than the family history.

diga 33

05.03.07 | Claudia Borralho
Chegamos às 33 semanas. A barriga cresceu literalmente da noite para o dia. Ontem acordei com o umbigo a doer de esticado e o tiago a reclamar que dormiu com uma perna de fora por falta de espaço.
Pela primeira vez vi as minhas mãos inchadas e tive que me socorrer de sabão para conseguir tirar a aliança (mas hoje já voltei a colocá-la).
Hoje é o primeiro dia de repouso, começa hoje a minha baixa até ao parto. E ainda bem, depois de vários dias com as dores de costas a atacar, ontem deixaram-me totalmente de rastos, e só me levantei graças às massagens do tiago (só por isto já valeu a pena o curso de preparação).
Preocupa-me o não saber como entreter os meus dias, mas ao mesmo tempo tenho uma lista bem grande de coisas a resolver, fraldas e roupinhas para passar a ferro, a mala da maternidade, reorganizar o nosso quarto, pilhas de roupa para lavar, livros para ler, andar a pé...

Pág. 5/5