Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vidinha como ela é

(e uma mãe que mete a mão em tudo) por Claudia Borralho

a vidinha como ela é

(e uma mãe que mete a mão em tudo) por Claudia Borralho

tricot shopping

29.11.04 | Claudia Borralho

Fui espreitar a "Adriano Coelho" na rua da conceição com a intenção de trazer umas agulhas de bambu, de preferência circulares e tamanho 5. Entrei e sai da loja várias vezes, o cartão multibanco usado três vezes, quando finalmente me vim embora e olhei a última vez para a montra, ainda pensei e olha que coisa tão gira...

Trouxe as ditas agulhas de bambu, dois novelos de uma lã linda e caríssissima que foi imediatamente transformada em cachecol, mais dois novelos de uma lá gorda e gira para fazer ovos e pintainhos, mais umas agulhas gigantes tamanho 10 (que de tão grandes tenho de lá passar para tentar troca-las por umas circulares). Depois ainda trouxe uns contadores de carreiras que me dão imenso jeito para os meus projectos (em vez de andar sempre a memorizar em quantas vou não me posso esquecer de ir acertando o contador), mais uns olhos e focinhos de bonecos e cola para texteis.

a chave

29.11.04 | Claudia Borralho
Ontem tive uma pequena aventura. Fechei a porta de casa e deixei a chave lá dentro! Gulp. A única coisa que tinha eram as chaves do carro, lá fui eu a casa da cátia pedir para usar o telemóvel e pedir aos meus pais para me trazerem a chave. Ainda por cima tinha deixado a minha chave enfiada na fechadura pelo lado de dentro. Felizmente conseguiu-se abrir muito bem a porta. Ufaaa!!! Peguei logo na minha chave extra e fui deixá-la com a cátia!