Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

a vidinha como ela é

(e uma mãe que mete a mão em tudo) por Claudia Borralho

a vidinha como ela é

(e uma mãe que mete a mão em tudo) por Claudia Borralho

as compritas e uma velha amiga

03.05.04 | Claudia Borralho
A visita à FNAC na sexta feira revelou-se um pouco diferente do planeado. Não encontrei a maior parte dos livros da minha lista e os que encontrei estavam ou estragaditos (a capa do wolfskin estava toda dobrada atrás e só havia uma cópia...) ou hiper caros (o preço do Fairy Album na FNAC é de 32€ e qualquer coisa... Amazon here i come!). Sendo assim acabei por trazer: Briar King (este por acaso estava na lista!) um livro novo do Terry Brooks (tipo... inda lá tenho uns quantos por ler... mas é Terry Brooks e prontessss!), Artemis Fowl Incidente no Árctico (a bit of fun light reading :) ) e não consegui resistir à serie I do Poirot :) (o problema agora é que também já saiu a série II). Hoje foi o meu primeiro dia a vir de barco de uma forma mais permanente, já tenho o meu passe e tudo! :) Giro foi encontrar a Claudia que também vinha pela primeira vez no barco. A Claudia é outra das minhas amigas da infância, como a Regina conheço-a desde os 2 anos, andamos todas na mesma escola. Foi com a Claudia que partilhei o fanatismo pelos New Kids On The Block quando tinhamos 13/14 anos e até formamos um club de fans com jornal mensal e tudo! Depois no liceu ela foi para as gestões e economias enquanto que eu fugi a sete pés da matemática. Claro que pelo menos uma vez ao ano sempre mantivemos todas o contacto. No ano passado descobri que coincidência das coincidências a Claudia morava novamente bem pertinho de mim. Eu no Montijo e ela na Atalaia, mesmo assim morando ao lado uma da outra continuamos um pouco afastadas, as coisas falam-se mas depois não as fazemos acontecer... e hoje encontrei-a no barco. Foi bem giro, e se calhar amanhã vejo-a outra vez. No barco, pois claro!

5 comentários

Comentar post