Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Claudia Borralho

A VIDINHA COMO ELA É (e uma mãe que mete a mão em tudo)

Claudia Borralho

A VIDINHA COMO ELA É (e uma mãe que mete a mão em tudo)

Pequeno-almoço panqueca

Há umas semanas que o meu pequeno-almoço favorito passou a ser a panqueca com fruta.

Vi a panqueca da Lénia ;) e pedi-lhe a receita. Curiosamente era igual ao que fazia para os crepes, mas substituindo a tipica farinha por integral, aveia ou polvilho.

Daí resolvi adaptar a coisa. A primeira foi um desastre total, a frigideira lá de casa já está velhinha e acabei a comer ovos mexidos com aveia.

Comprei uma nova frigideira e tenho vindo a apurar a técnica :)

 

Receita base da panqueca:
1 ovo

2 colheres sopa farinha integral

2 colheres flocos de aveia

Volume de leite = ao volume das farinhas + aveia (agora já ponho a olho)

 

Na frigideira colocar um bocadinho de azeite, deixar aquecer e depois passar com papel absorvente para untar toda a frigideira e remover o excesso.

Deixar a panqueca cozinhar em lume baixo e meio tapada, quando deixar de estar liquida virar para o outro lado e colocar por cima um pouco de mel.

 

Depois é só colocar no prato e encher com fruta e sementes favoritas.

 

De vez em quando junto aos ingredientes da panqueca uma colher de cacau em pó.

 

Para além da fruta também faço a minha mousse de chocolate especial :)

 

Creme de abacate com cacau:
1 abacate

1 colher sopa cacau

1 colher sopa mel

 

Misturar tudo e já está - (esta quantidade dá para duas ou três vezes, consoante a gulodice)

Pesto de coentros gratinado no forno


Fazer uma pasta com 3 dentes de alho, uma mão cheia de pinhões, um molho de coentros, uma pitada de sal e azeite. 40 seg vel 8 + 20 seg vel 6
Juntar um pouco de mozzarella 20 seg vel 6
Numa travessa de forno colocar o fiambre aos cubos (uma embalagem dupla), o fusili cozido e o pesto de coentros e misturar tudo bem. Espalhar por cima a restante mozzarella, alho em pó e por fim broa ralada.
Vai ao forno até derreter a mozzarella e ficar douradinho.

da bimby

Pois é, já há bimby nesta casa!

Chegou nos últimos dias de julho, mas entretanto estivemos de férias e agora é que tenho utilizado mais. O que achei logo notório é que é muito rápido a máquina tornar-se imprescindível. Fiquei deveras impressionada comigo mesmo, dei por saudades da bicha durante as férias e ainda só a tinha usado umas três ou quatro vezes.

Para já há só duas coisas de que não gosto muito - para uma picadora tão potente é deveras difícil picar ali carne. Carne crua é para esquecer, se estiver congelada faz-se, mas no máximo umas 250gr de cada vez e se a carne estiver muito congelada o copo e a carne voam (literalmente!). O ideal é a carne não estar totalmente congelada e colocar um pano por cima da bimby enquanto se segura o copo e uma ponta do pano.

O outro ponto negativo é não se desligar sozinha. Fica ali a apitar ininterruptamente e a rodar devagarinho até ir lá alguém dar-lhe atenção.

Também não tenho grande paciência para andar a rapar bem o copo da bimby entre as lâminas, logo há aí algum desperdício, mas nada de significativo.

 

E então, porque gostas tanto da tua máquina nova?

É curioso, mas gosto mais de cozinhar na bimby do que no fogão. Dá um jeitaço programar o que preciso e ir à minha vidinha sem ter de ir espreitar, mexer, baixar o lume, etc. Dou por mim às vezes quieta em frente à máquina à espera do próximo passo.

As receitas da bimby comigo não têm resultado. Nunca ficam grande coisa, por isso comecei a usar a bimby como se estivesse ao fogão e a rapidez e o sabor que saiem lá de dentro não deixam de me surpreender.

Outra coisa boa é que passei a utilizar mais os ingredientes de raiz em vez dos substitutos rápidos a que costumava recorrer. O molho de tomate é sempre feito mesmo com tomate em vez das polpas ou concentrados para despachar, uma lasanha passou a ser algo relativamente rápido de preparar para o jantar e o bechamel já não é de pacote.

Sopas e molhos são coisas que rendem imenso, fiquei surpreendida de começar a colocar metade da água que colocava na sopa, agora já não se evapora toda :) O molho de tomate é feito com metade do tomate que usava e sobra sempre para congelar. Gosto!

Coisas que já experimentei: bolonhesa, arroz de cenoura, almondegas (feitas de raiz e depois congeladas e cozinhadas à medida do necessário), lasanha, peixe ao sal, peixe e legumes cozidos, frango com tomate, queques de chouriço, quadrados de laranja, massa quebrada, gelado de fruta.

 

O frango com tomate foi das últimas coisas que experimentei e ficou tão delicioso que tenho que deixar aqui como fiz para não me esquecer :)

Usei 3 pernas com coxa daquelas tipo frango do campo, enormes, 2 cenouras médias, 2 cebolas, alho, 6 tomates, azeite, sal e oregãos.

Colocar as cebolas e alho no copo descascadas e picar 5 seg na vel 3.

Adicionar azeite e refogar a 100º por 3 minutos, vel 2. Entretanto descascar as cenouras e lavar o tomate (estavam frescos mas poderiam estar todos congelados).

Adicionar tomate (inteiro se congelado) e cenoura cortada aos pedaços grandes. Temperar legumes com sal. Adicionar a varoma com o frango e temperar com sal azeite e oregãos.

Deixar cozinhar 30min, temp varoma, vel 2.

(ir dar banhos aos miudos, arrumar a louça da máquina ou relaxar :) )

Retirar varoma com o frango, triturar o molho 15seg em vel crescente 3, 5, 7. Adicionar o frango ao copo e deixar cozinhar mais 15min, temp 100, vel colher.

Cá por casa foi servido com batatas fritas na actifry que fiz enquanto cozinhava o molho e o frango na varoma (aquele periodo dos 30 min) , ou seja, 10 min para cortar e limpar as batatas, pôr na acti e ir à minha vidinha :)

 

Não estava à espera que ficasse tão delicioso. O molho estava maravilhoso (e sobrou para comer com massa no dia seguinte e ainda congelei um bocadinho para outro dia) e o frango estava super saboroso, nada daquele sabor a frango cozido e para um frango tão grande estava mesmo cozidinho por inteiro (ao fim dos 30min ainda tinha algum sangue junto ao osso) e nada rijo. Para franguinho mais pequeno o tempo de confecção deverá diminuir consideralvelmente.

 

E o que eu gosto é disto, receitas de enfiar lá para dentro e esperar que fique pronto. Receitas que me pedem para reservar e por de lado, não servem para mim.

 

Houve ainda um dia que não me apetecia nada cozinhar e coloquei lá dentro um resto de molho de tomate que tinha congelado (e sim, foi para lá em bloco congeladissimo tal e qual estava) e um pedaço de carne picada que também tinha congelada (mais uma vez congelada directa lá para dentro). Programei temp 100º, 30 min, vel 2 (nos primeiro 5 min deixei na vel colher). E quando apitou tinha a melhor bolonhesa que alguma vez comi na vida, juro! Agora 30 min para uma bolonhesa pode parecer muito, mas a verdade é que só para descongelar as coisas iria provavelmente levar esse tempo no microondas e depois ainda teria de a cozinhar.

bimby

Pois é, ao terceiro filho começo a ponderar a utilidade de uma bimby. Oras que eu gostava era de saber se aquilo será verdadeiramente útil para mim.

Se por um lado todas as pessoas que conheço qe têm uma lhe tecem milagres e não podem viver sem ela, por outro ainda ninguém me deu nenhum argumento prático de que seja verdadeiramente útil.

Por isso, ajudem-me lá. Quem tem bimby conte-me que tipo de comida lá costumam fazer (e se é mesmo feito na bimby ou se vai lá para misturar e depois têm de terminar noutro lado) e não vale "faz tudo - vê lá as receitas do forum da bimby!" o que eu quero é exemplos práticos do dia a dia. Ah, e para quantas pessoas aquilo cozinha.

Aquilo é usar e posso colocar tudo na máquina da louça ou tem que se ter cuidadinho e andar a lavar à mão?

 

Enfim, façam os possíveis para me convencer!

.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2003
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D