Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Claudia Borralho

A VIDINHA COMO ELA É (e uma mãe que mete a mão em tudo)

Claudia Borralho

A VIDINHA COMO ELA É (e uma mãe que mete a mão em tudo)

noites complicadas

Na segunda ligaram-me da creche porque o miúdo estava com febre. Colocaram logo um benuron e quando lá consegui chegar ele já estava sem febre e bem disposto.

A noite é que já foi outra conversa. Quando o deitei coloquei-lhe o bucagel mas não durou muito. Aguentou-se umas 2h se tanto. Muito choro, muito muito choro, daquele desesperado, dores certamente. Sempre sem aceitar a chucha e por vezes a contorcer-se ao colo. Lá pras 22h30 a temperatura estava a subir um bocadinho e lá levou com outro benuron. Por volta das 00h30 lá acalmou até ao dia seguinte.

Não conseguimos espreitar nada para a boca dele, mas parecem ser dentes.

A noite de terça foi ainda pior.... só acalmou por volta das 3h00, mas já sem episódios de febre. Ainda por cima esqueci-me do bucagel na creche e só lá tinha o Balsamo Primi Denti. Ainda lho colocamos mas foi o mesmo que nada. Coloquei-lhe à mesma um benuron por volta das 22h00 na esperança que isso o acalmasse.

Ontem já foi melhorzinho, muito choro mas acalmou cerca das 21h00. E desta vez já não me esqueci do bucagel na creche :) Viva o bucagel!

 

Durante o dia tem andado bem disposto, mas anda ainda pior para dormir e um horror para comer. Não quer comer nada, não quer nada na boca. Baba-se parece um rio. Ontem parecia-me ter visto um dentito a romper mas hoje já não parecia lá estar... ?

últimos dias

Tem havido tanto para contar que é mesmo uma pena não ter tempo para deixar aqui todas as novidades.
Esteve doentito com os vomitados que andam por aí a correr. Passou-lhe rápido, mas durante umas horas não era o meu filhote, só queria dormir, nem queria brincar.
Passamos uns dias muito maus com o regresso do berreiro e choradeira para dormir. Com paciência lá voltamos a entrar nos eixos, mas já está doentito outra vez (tosse, muita tosse, ranhoca e expectoração) voltou o mimo e o berreiro para dormir. Ainda por cima farta-se de acordar com a porcaria da tosse.
Anda animadissimo e frustradissimo com as suas tentativas de gatinhar ;) Agora coloca-se de gatas e fica ali a abanar-se para a frente e para trás a ver se avança. Está quase, quase!
Neste fim de semana também começou finalmente a diversificar os sons do palranço :) Eu que meses a fio sempre ouvi os mesmos sons agora parece coisa vinda do nada :)

a fada dos dentes

Anda a pairar lá por casa.

Já não chegavam os 4 a 5 babetes encharcados de baba por dia (quando costumavam ser 1 ou 2), os bonecos roçados violentamente contra as gengivas e mais rabujice que o habitual.
Agora deu-lhe para chorar desalmadamente para adormecer à noite.

Ontem estive cerca de 1h30 com ele aos gritos e a chorar, completamente cheio de sono, mas sem nunca adormecer. Acalmava um bocadinho ao colo, mas depois dava-lhe um repente e ainda ao colo desatava num pranto que só visto.

Às tantas desisti, fui-lhe aspirar o nariz, medi-lhe a temperatura (nada de febre) e espetei-lhe com um benuron no rabo (que eu sei lá se isto não são os dentes e o miúdo tá cheio de dores.
Ficou acordadissimo. Como tal sentei-o no chão para brincar a ver se se cansava (ao menos a gritaria de choro tinha acabado).

Quando já estava irritado lá voltei a tentar deitá-lo para dormir (já eram umas 21h e ele costuma adormecer às 19h), o pai finalmente chegou a casa e adormeceu-o em três tempos com um boneco de música.

Só vos digo, espero bem que seja dos dentes e que cheguem depressinha, não sei se aguento muito tempo a gritaria. Meu rico menino!

sobre o berreiro

(um post matinal para não ser tão catastrófico)

Fome não me parece que seja, é verdade que lá para o meio da tarde às vezes fica irritado quando uma maminha se esgota, até seria engraçado de ver se não fossem as minhas maminhas a ser esticadas e pontapeadas :) Mas eu passo-o para a outra e ele mama até largar sózinho. Foram raras as vezes em que não ficou satisfeito com a segunda, mas quando aconteceu volta à primeira que já deve ter fabricado mais qualquer coisa e o puto fica feliz.
A dizer a verdade berrar, berrar é mais quando tento que durma e ou ele ainda não quer dormir ou já está exausto e precisa berrar para afastar todos os estímulos.
A verdade é que quando passamos dias e dias a ouvi-lo gritar tanto tempo, tantas vezes, o mínimo grito torna-se logo um grito a mais para os nossos ouvidos.
Ao final do dia não só o puto está cansado como eu também já estou muito cansada de o ouvir.
O não dormir de dia só me chateia porque noto que o bebé não está bem. Eu vejo que ele está cansado e que precisa de dormir. E depois ele grita, não é? Frustrante é mesmo não conseguir que ele durma o suficiente, é tê-lo a acordar a chorar em vez de a sorrir e tê-lo a mostrar sinais de cansaço quando ainda nem acordou bem.
É uma espiral de cansaço, não dorme bem, não mama bem, dorme ainda pior, mama muito agitado... até que finalmente cai a noite e ele adormece até ao dia seguinte.

A minha mãe diz que eu não chorava assim e que ela me pousava no berço e eu adormecia sózinha, mas eu sei que este feitiozinho sai todo a mim, TODO!!! E até já o pai fez notar que se a mãe nunca consegue dormir de dia é natural que o puto seja igual!

o lado lunar

Eu tento não escrever no blog em dias maus, dias de gritaria sem fim, dias em que os sorrisos se contam pelos dedos da mão e os berros fazem muita dor de cabeça, já para não falar em muitas dores de alma.
Eu tento, mas estes dias também fazem parte e também devem ficar registados porque ser mãe não são só sorrisos, e não é maravilhoso como diz a sogra. Vai ser, mas é daqui por uns tempos quando o mau estiver esquecido e só ficarem os sorrisos.

Não sei o que fazer, aliás não sei o que ando aqui a fazer. O puto grita e berra o dia todo. Ri um segundo e berra durante o minuto seguinte. Berra porque está aborrecido, berra porque está cansado, berra porque tem fome, berra porque está farto daquela maminha, berra porque quer arrotar, berra porque se bolsou, berra porque está mijado, berra porque se cagou todo, berra porque tem a roupa molhada de tanto se babar, berra porque tem sono, mas só adormece depois de berrar até à exaustão e acorda 20 minutos depois a berrar...
Sinto-me totalmente incompetente de cada vez que leio em mais algum sítio que as mães aprendem a diferenciar os choros do bebé. Ele está quase a fazer 4 meses e para mim é tudo igual - palra em desagrado, grita e berra.

As avós não compreendem... "tu não choravas assim", "ele é um menino tão lindo, ele não chora, pois não?", "vai ver, ele agora dorme muito bem, está tão cansado". A piada é que depois ainda ouço a história da vez que vieram as visitas não sei de onde e o bebé não dormiu durante dois dias e duas noites e que se afligem é quando ficam todos vermelhos. Isso para mim acontece todos os dias, todo o dia. Até tenho vergonha de o dizer, mas há alturas em que estou desejosa que ele vá para a creche.

P1000349
.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2003
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D