Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Claudia Borralho

A VIDINHA COMO ELA É (e uma mãe que mete a mão em tudo)

Claudia Borralho

A VIDINHA COMO ELA É (e uma mãe que mete a mão em tudo)

tirar leite com a bomba

A primeira vez que tentei usar uma bomba tira leite estava com a subida do leite e, claro, não consegui tirar nada. Zero. Nem uma pinga.
Depois a coisa normalizou-se e voltei a tentar, até porque a ideia era tirar leite e o tiago dar um biberão durante a noite do meu leite enquanto eu dormia.
Depois de uma hora a dar à bomba, com imensa dificuldade, só consegui tirar 40ml.
Parecia-me pouco, mas eu sabia lá se aquilo até não era suficiente para o bebé?

Fiz diversas tentativas com aquela bomba (uma manual da chicco, com regulador de sucção e que custa cerca de €45) mas geralmente nunca tirei mais do que uns 50ml / 60ml e demorava sempre imenso tempo, e fazia-me doer o braço, estar ali sempre a dar à bomba.
Usava os truques todos que conhecia, pensar no bebé, relaxar, sentir o leite a fluir, e nada. Era sempre muito difícil tirar o leite.

Acabei por comprar uma segunda bomba. Uma eléctrica da Medela e que dá para utilizar com pilhas e tudo. Aliás foi sempre com pilhas que a usei. Custou cerca de €70.

Com esta bomba a coisa funcionou muito melhor. Ao princípio custa sempre um bocadinho activar a oxitocina e só se vê um jacto ou outro e umas pingas, mas depois aquilo desperta e só se vêm jorros de leite por todo lado :) Lá ficamos nós meio parvas, meio orgulhosas de ser assim vaca leiteira. Quando dei por isso já tirava os mesmos 50ml em 15min e depois tirava 100ml, 150ml. Assim uma maravilha comparado com o início.
Mas ficava sempre com a sensação de que o bebé mamava muito mais do que a quantidade que eu conseguia tirar com a bomba.

Continuei sempre a ler e a tentar descobrir novas dicas de como tirar leite. No site da Ameda fiz uma descoberta fantástica, influencia e muito o tamanho da copa da bomba. As maminhas e os mamilos não são todos iguais e convém acertar no tamanho certo ou corremos o risco de não ter a sucção certa (imaginem uma copa grande numa mama pequenina, se sobra espaço não há sucção) ou de estar a tapar ductos (uma copa pequena para uma mama grande pode estar a obstruir a saída de leite de determinados ductos).

Ora, o que existe há venda é bombas, e são muito poucas as marcas que dispõem de copas de diferentes tamanhos (acho que só mesmo a Ameda e talvez a Medela mas não tenho a certeza). E se já começa a ser comum ver coisas da Medela à venda o mesmo não se pode dizer da Ameda.

O ideal, lá está, é experimentar várias bombas até acertar na melhor para nós. Naquela com a sucção suficiente para sair o leite mas que não chegue a magoar e que tenha a copa do tamanho certo para as nossas maminhas e os nossos mamilos. As bombas não são propriamente baratas e também não conseguimos andar a experimenta-las todas.

Existe a opção de alugar uma bomba. A nossa pediatra deu-nos o contacto ainda antes do bebé nascer. A mesma empresa aluga balanças, bombas de leite, máquinas de aerossois. São as maquinetas topo de gama que vamos alugando mensalmente e quando atingimos o valor total ficam para nós.
Por exemplo a bomba electrica é mesmo daquelas grandalhonas que não dá propriamente para levar connosco para o trabalho e continuar a tirar leite. Como era esse o meu objectivo não a cheguei a alugar. (as bombas que alugam são da Ameda)

Como funciona o aluguer? (os valores já podem ser diferentes)
Liga-se para a empresa e no mesmo dia entregam-nos em casa.
Compra-se o kit inicial (é o que traz a copa e que é única para cada mulher) por €30 (mas não sei se têm as copas de diferentes tamanhos).
E depois o aluguer mensal é €30 também. Penso que o valor total da bomba ronda os €200.
A empresa é a Geofar, e sempre contactei com o Sr José Guerra, descobri que no site da APFN estão todos os contactos:

GEOFAR
Tv. de Sant' Ana da Cruz, 34 1150-311 LISBOA
Tel. & Fax: 21 395 87 98
Tm.: 91 812 07 17 ( 24 horas )
Tm.: 91 784 13 57 ( José Guerra )
e-mail: geofar@clix.pt
Produtos / Marca: Ameda - aleitamento materno. A nossa área está ligada ao Aleitamento Materno (ajudar a manter e prolongar a administração do Leite Materno ).
consulte o nosso site: www.ameda.com
Principais Clientes: HOSPITAIS / CENTROS DE SAÚDE / FARMÁCIAS
Outros Serviços: 1. HOME CARE SERVICE ( serviço de apoio ao domicílio para a extracção do Leite Materno aquando da saída da maternidade e reencaminhamento para os Profissionais de Saúde - Médicos, Enfermeiros,...)
Temos disponível para envio gratuito e em cooperação com a UNICEF o Manual do Aleitamento Materno
SOLICITE OS NOSSOS PRODUTOS / SERVIÇOS / CATÁLOGOS PARA O SEGUINTE NÚMERO ( 24 HORAS ): 91 812 07 17
Condições especiais APFN : 10% de desconto em todos os nossos produtos e serviços

Finalmente, quando fui secar o leite estive a tirar leite no hospital com uma bomba eléctrica da Medela daquelas xpto ;) Em poucos minutos já estava a ultrapassar os 200ml e a sucção era muito mais suave e eficaz do que a minha bomba caseira.

Imensas pessoas recomendam as bombas da Avent, são também uma opção a ter em conta. Mas parece-me realmente que o grande problema das várias bombas está em ter uma copa que se ajuste perfeitamente ao mamilo e mama em questão.

Para conservar o leite usei os biberões com tampa da chicco (qualquer marca de bomba tem os biberões próprios para guardar) e mais tarde comecei a utilizar os sacos de congelação esterilizados.
Os biberões são muito bons para tirar leite e dar mais tarde (embora também possam ser congelados), mas para congelar para daí a umas semanas, ou meses (o leite congelado pode ser consumido 3 a 6 meses mais tarde) prefiro os sacos de congelação (eu usei os da Medela porque eram da mesma marca da bomba e é uma marca muito mais barata em tudo).

Outros links com dicas e ajuda importante:
La Leche League
SOS Amamentação

 

!UPDATE! (04/07/08)

 

O facto de não se conseguir tirar leite suficiente com a bomba é pq a bomba tem um processo EM TUDO E COMPLETAMENTE diferente à que usa o bebé. A bomba usa a sucção e o bebé a mastigação. A sucção colapsa ductos e a mastigação expande e abre.

(do grupo de doulas por António Ferreira)

 

O método aconselhado por este profissional (é enfermeiro parteiro) é a extracção manual, mas à partida qualquer mulher necessitará de ajuda presencial e de várias sessões para dominar esta técnica.

 

No site da UNICEF há imagens que explicam como se faz a extracção manual. Agora não consigo encontrar o link.

22 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2005
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2004
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2003
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D