Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Claudia Borralho

A VIDINHA COMO ELA É (e uma mãe que mete a mão em tudo)

Claudia Borralho

A VIDINHA COMO ELA É (e uma mãe que mete a mão em tudo)

38 semanas

 

E estou tão cansada que nem tem explicação. A alvorada é às 7h30 para vestir miudos, preparar pequeno-almoço, lanches e lavar dentes. A custo saimos às 9h cada um para a sua escola. Se não tiver nada para fazer volto para casa e vou dormir. Eu que é muito raro conseguir dormir de dia... Quando volto a acordar já é meio-dia, mas pelo menos nos dias da sesta não chego ao final do dia completamente derreada.

Às segundas e sextas levo a Oriana ao ballet - ela adora o que não é surpresa nenhuma :) Temos ali uma pequena bailarina. E às quartas é dia de levar o Gabriel à natação - apesar da desconfiança habitual às coisas novas (nova piscina, novo professor, novos meninos) em pouco tempo já está totalmente integrado na ramboia com os outros miudos e a dificultar a vida ao professor de natação. No fim da aula diz que adora natação :)

 

Eu só me apetece comer "porcarias". Venha pão, chocolates e docinhos. O que vale é que conheço um pouco os meandros dos meus valores de glicémia e sei a hora e o limite em que posso fazer asneiras.

 

 

A barriga já a sinto bem mais para baixo e estou desejosa que este bebé saia de dentro dela. Preciso da minha energia e do meu corpo de volta.

As contrações são uma presença constante, ora mais fraquinhas, ora deixa-me lá estar quietinha que esta já custa a aguentar. Não sinto dor, mas cansam-me.

 

Os sonhos multiplicam-se, ora estou a dar de mamar, ora rebentam as águas enquanto participo como concorrente no Project Runway :)

 

Já não falta muito, não existem datas marcadas (e sim eu perguntei directamente à médica se já sabendo que teria de ser cesariana porque não marcar logo a data) mas sei que às 40 semanas ela não me deixa chegar de certeza, e ainda bem. Resta a esperança que este bebé se resolva a sair sozinho, mas à terceira já sei que é uma very very long shot.

 

Entretanto, e porque este bebé também merece uns mimos da mãe, hoje resolvi-me a fazer-lhe uma fraldinha de flanela e um porta-chuchas :)

 

 

E na loja há muitissimas novidades para a próxima estação - bibs papa, babetinis, bibs drool e bibinhos, fraldinhas de flanela, slings, mini-necessaires, sapatinhos, etc. Ainda queria ter preparado mais coisas mas estou tão cansada que agora vou mesmo dar um descanso à máquina de costura.



da bimby

Pois é, já há bimby nesta casa!

Chegou nos últimos dias de julho, mas entretanto estivemos de férias e agora é que tenho utilizado mais. O que achei logo notório é que é muito rápido a máquina tornar-se imprescindível. Fiquei deveras impressionada comigo mesmo, dei por saudades da bicha durante as férias e ainda só a tinha usado umas três ou quatro vezes.

Para já há só duas coisas de que não gosto muito - para uma picadora tão potente é deveras difícil picar ali carne. Carne crua é para esquecer, se estiver congelada faz-se, mas no máximo umas 250gr de cada vez e se a carne estiver muito congelada o copo e a carne voam (literalmente!). O ideal é a carne não estar totalmente congelada e colocar um pano por cima da bimby enquanto se segura o copo e uma ponta do pano.

O outro ponto negativo é não se desligar sozinha. Fica ali a apitar ininterruptamente e a rodar devagarinho até ir lá alguém dar-lhe atenção.

Também não tenho grande paciência para andar a rapar bem o copo da bimby entre as lâminas, logo há aí algum desperdício, mas nada de significativo.

 

E então, porque gostas tanto da tua máquina nova?

É curioso, mas gosto mais de cozinhar na bimby do que no fogão. Dá um jeitaço programar o que preciso e ir à minha vidinha sem ter de ir espreitar, mexer, baixar o lume, etc. Dou por mim às vezes quieta em frente à máquina à espera do próximo passo.

As receitas da bimby comigo não têm resultado. Nunca ficam grande coisa, por isso comecei a usar a bimby como se estivesse ao fogão e a rapidez e o sabor que saiem lá de dentro não deixam de me surpreender.

Outra coisa boa é que passei a utilizar mais os ingredientes de raiz em vez dos substitutos rápidos a que costumava recorrer. O molho de tomate é sempre feito mesmo com tomate em vez das polpas ou concentrados para despachar, uma lasanha passou a ser algo relativamente rápido de preparar para o jantar e o bechamel já não é de pacote.

Sopas e molhos são coisas que rendem imenso, fiquei surpreendida de começar a colocar metade da água que colocava na sopa, agora já não se evapora toda :) O molho de tomate é feito com metade do tomate que usava e sobra sempre para congelar. Gosto!

Coisas que já experimentei: bolonhesa, arroz de cenoura, almondegas (feitas de raiz e depois congeladas e cozinhadas à medida do necessário), lasanha, peixe ao sal, peixe e legumes cozidos, frango com tomate, queques de chouriço, quadrados de laranja, massa quebrada, gelado de fruta.

 

O frango com tomate foi das últimas coisas que experimentei e ficou tão delicioso que tenho que deixar aqui como fiz para não me esquecer :)

Usei 3 pernas com coxa daquelas tipo frango do campo, enormes, 2 cenouras médias, 2 cebolas, alho, 6 tomates, azeite, sal e oregãos.

Colocar as cebolas e alho no copo descascadas e picar 5 seg na vel 3.

Adicionar azeite e refogar a 100º por 3 minutos, vel 2. Entretanto descascar as cenouras e lavar o tomate (estavam frescos mas poderiam estar todos congelados).

Adicionar tomate (inteiro se congelado) e cenoura cortada aos pedaços grandes. Temperar legumes com sal. Adicionar a varoma com o frango e temperar com sal azeite e oregãos.

Deixar cozinhar 30min, temp varoma, vel 2.

(ir dar banhos aos miudos, arrumar a louça da máquina ou relaxar :) )

Retirar varoma com o frango, triturar o molho 15seg em vel crescente 3, 5, 7. Adicionar o frango ao copo e deixar cozinhar mais 15min, temp 100, vel colher.

Cá por casa foi servido com batatas fritas na actifry que fiz enquanto cozinhava o molho e o frango na varoma (aquele periodo dos 30 min) , ou seja, 10 min para cortar e limpar as batatas, pôr na acti e ir à minha vidinha :)

 

Não estava à espera que ficasse tão delicioso. O molho estava maravilhoso (e sobrou para comer com massa no dia seguinte e ainda congelei um bocadinho para outro dia) e o frango estava super saboroso, nada daquele sabor a frango cozido e para um frango tão grande estava mesmo cozidinho por inteiro (ao fim dos 30min ainda tinha algum sangue junto ao osso) e nada rijo. Para franguinho mais pequeno o tempo de confecção deverá diminuir consideralvelmente.

 

E o que eu gosto é disto, receitas de enfiar lá para dentro e esperar que fique pronto. Receitas que me pedem para reservar e por de lado, não servem para mim.

 

Houve ainda um dia que não me apetecia nada cozinhar e coloquei lá dentro um resto de molho de tomate que tinha congelado (e sim, foi para lá em bloco congeladissimo tal e qual estava) e um pedaço de carne picada que também tinha congelada (mais uma vez congelada directa lá para dentro). Programei temp 100º, 30 min, vel 2 (nos primeiro 5 min deixei na vel colher). E quando apitou tinha a melhor bolonhesa que alguma vez comi na vida, juro! Agora 30 min para uma bolonhesa pode parecer muito, mas a verdade é que só para descongelar as coisas iria provavelmente levar esse tempo no microondas e depois ainda teria de a cozinhar.

eu hoje gostei de ir ao cabeleireiro!

Tinha na minha lista de afazeres ir tratar de cortar o cabelo. Eu odeio ir ao cabeleireiro, odeio os champôs do cabeleireiro (levo sempre do meu), odeio que me arranquem o escalpe enquanto supostamente estão a lavar o cabelo, odeio secadores e odeio que me estiquem o cabelo (peço sempre para não fazer brushing). E também não gosto nada de ter de andar a marcar com antecência uma ida ao cabeleireiro.

Por aqui costumava ir a um maneirinho, relativamente barato (€10 sem brushing) e onde chegava e sentava ou marcava para daí a umas horas. A cabeleireira não era extraordinária mas era simpática e servia. Hoje passei lá e estava tudo mudado, cheira-me que a dona daquilo passou o dito a uma das cabeleireiras que lá andava e que eu não gostava muito.

Pergunto se posso cortar e torcem-me logo o nariz. Hoje só se vier à noite lá pras 20h30. Err pois não, paciência. Ou amanhã aí às 11h30. Não, não obrigada, amanhã não posso de qualquer forma. E pirei-me. Não gostei nada daquilo.

Lembrei-me que aqui mesmo na rua tinha aberto há uns largos meses um cabeleireiro novo. Parecia-me mais finesse e depois de ter experimentado outro que tinha havido aqui na rua com manias de cabeleireiro fashion (corte da treta por €30! e não ligaram nenhuma ao facto de eu dizer que não queria brushing) não lhe depositava grandes esperanças.

Bom, perguntava o valor do corte e logo se via. Entrei e tinha tudo tão bom aspecto :) e ao contrário de todos os cabeleireiros a que já fui aqui as cabeleireiras tinham bom ar, arranjado e nada daquelas madeixas e cortes desmazelados que é habitual. Dizem-me que o corte é €9. (€9!!!! :D beam!) A medo perguntei se podia marcar e se teriam alguma hora para hoje. Pode ser já que tenho uma senhora a vir à 11h. Wow! Até fiquei abananada :)
Lavaram-me o cabelo sem arrancar o escalpe numa cadeira com massagem nas costas e no final com direito a mini massagem na cabeça. Tão bom!!!

O corte ficou lindo (e tal como pedi, nada de brushing).

Amei!

 

No final e apesar de ter usado o champô do cabeleireiro (que curiosamente tinha um cheirinho bom, fora do habitual) e da menina ter colocado creme (porque as pontas estavam um pouco secas) paguei €9. Assim vale a pena :)

E também fazem massagens, e cortes de criança e homem e tudi tudi. Quem quiser o contacto é enviar-me mail :D

.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2003
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D